< > Born, live, die.
Born, live, die.
Ninguém vai dizer que foi por amor
todos vão chamar de derrota.

Faria

Hoje sou capaz de olhar ao meu lado e não te ver aqui como parte de mim se tornando a ausência do coração ao levar contigo a esperança que me restava. Talvez amanha eu acorde melhor ou acreditando poder mudar tudo que há de errado que sobrou nos restos de cacos que me quebram o animo de seguir; os questionamentos me colocam na maior paranoia e quando não sinto minha cabeça rodar tanto quanto o ventilador que me refresca da falta de ar que toda essa situação me causou. Meu ultimo suspiro é para te lembrar que o meu amor é teu e será até quando eu deixar de estar aqui à olhar.

"A ignorância é orfã, mas tem muitos filhos."
written by odeio rótulos   (via fukingperfect)

Continue